quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2014

Gostar do que se faz

Ontem deixei os miúdos na guitarra e fui com a Madalena ao Colombo. Pela primeira vez aluguei um daqueles carrinhos enormes onde eles vão ao volante e a gente, ao menos, tem-os ali entretidos sem se queixar das pernas. Fomos tirar fotografias para as matrículas na escola e comprar o presente do amigo, que faz anos hoje. E tenho de dizer isto: fomos atendidas, na Imaginarium do Colombo, pela melhor funcionária que já alguma vez nos atendeu. Ela deixou a Madalena passar o leitor do código de barras no produto, sentou-se no chão com ela a fazer o embrulho, disse-lhe ao ouvido o valor do presente para eu pagar (como se fosse a Mada a trabalhar ali), e ainda lhe deu um crachá, no final. Senhores da Imaginarium, tratem bem a Marta Pereira (andei numa luta com o olhar para conseguir ver o nome que ela trazia num cartão, ao peito). Tratem-na bem porque têm ali uma pessoa como deve ser.



10 comentários :

Filomena Silva disse...

Tão importante como reclamar quando somos mal atendidos é valorizar quem gosta do que faz e consegue demonstrá-lo assim.
Gostei muito deste post.

Miriam Afonso disse...

Devias escrever um email mesmo à Imaginarium! De certeza que ia incentivar a Marta ;)

Jo disse...

Muito bem :) E estou com a Miriam Afonso, escreve um mail para eles! Sou de reclamar quando acho que o devo fazer, mas também acho muito importante elogiar quando as pessoas o merecem! Por isso fiquei muito contente quando descobri, aqui há uns dias, que existe agora, e a par do Livro de Reclamações, o Livro de Elogios! Achei uma excelente ideia (ainda não o vi em nenhuma loja, mas tenho que andar atenta!).

Conto de Fadas disse...

Amei. :)

Sayda Naza disse...

É óptimo quando somos muito bem tratados !!!
Também sugiro o livro do elogio, já o vi em alguns balcões, não sei se a Imaginarium terá!!!

Sandocha disse...

Estou a pensar que deve ser a funcionária que brincou com a minah filah no fds quando lá fomos. :)

Susana disse...

Eu começo a pensar que ou tens muita sorte com as funcionarias que te atendem, ou vais a descobrir um dia destes e são todas tuas leitoras e fãs do blog ;)

Veruska disse...

Já aqui em Faro, eles são uns chatos. Até evito lá entrar.

akombi disse...

Tou com a Filomena Silva.

On my way to go disse...

Só agora vi esta publicação. Trabalhei na Imaginarium um ano e meio e acho que deves definitivamente escrever um mail à empresa! Eu que estive por dentro e que sei como a empresa funciona, essa "cartinha" faria uma diferença notável na vida da Marta. :) beijinho!