quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

Madazinha começa a acusar o toque

Volta não volta vem a mesma lenga-lenga: "A mãe é só minha… só minha, de mais ninguém…" Ou ainda mais directa: "Eu adoro-te, mamã! Gostava que fôssemos só nós as duas, sem os manos, sem ninguém". Ou, dramática: "Se tu morreres eu vou chorar muito, muito, sem parar". Ou ainda: "Porque é que eu sou uma pessoa? Eu queria ser um bebé…"

Glup. Cheira-me que vamos ter uma adaptação ao baby M assim para o hardcore. 

8 comentários :

Cristina Oliveira disse...

Ou talvez não, ela quando o vir vai apaixonar-se.. Lembraste da adaptação do Martim à Mada...?!?!??.... E agora não vive sem ela... ������

Laissez-Faire disse...

Ai como ela está...! :)

Ana Margarida Clemente disse...

Por aqui também já começaram os ciúmes! Estou grávida de 28 semanas (sim, também vou ter bebé em Novembro...ainda nos cruzamos na maternidade!). No inicio a minha filhota até me verbalizou que tinha muito medo que eu a deixasse de lado. Tivemos uma conversa muito séria e, até agora, tem estado muito tranquila...vamos ver como vai ser.

Té Lima Pires disse...

Ui....

Querida Cegonha disse...

Ainda foi bom vir um menino que assim não perde o lugar de princesa da casa.

Ana Couceiro disse...

óhhh pequena Mada queria ser a mais pequenina para sempre! Está na idade mais que complicada para receber um irmãozinho, é verdade... Mas tenho a certeza que os pais e os manos vão ajuda-la rapidamente a perceber que o seu lugar nunca esteve nem nunca estará em risco :D

I disse...

Que amor a Mada... Boa sorte Sónia! Já passou por isso duas vezes, vai tirar de letra.

Dona Mãe Babada disse...

do topo da minha sabedoria de mae de uma única filha LOL posso dizer apenas o que já vi acontecer a amigas minhas. um pouco de tudo. desde as meninas que estavam entusiasmadíssimas pela gravidez da mae e dp tiveram ciumes, aos meninos que não estavam nem aí e afinal se tornaram os melhores manos mais velhos à face da terra, aos que diziam alto e bom som que nao queriam mesmo ter um irmao ou irma mas dp adoraram, enfim... os miudos sao todos diferentes e estao sempre a surprender-nos. com bom senso e amor e paciencia e calma, os finais (neste caso, inicios) felizes sao possíveis sim.